Tik Tok: Não é Febre, é Futuro!

Por Eduardo Aquino, estagiário de Marketing e criador de conteúdos na Ekoá – Jogos e Gamificação

Recentemente, o app chinês “TikTok” vem gerando números impressionantes nas lojas de aplicativos e se tornando febre entre os jovens. Ano passado, a plataforma ficou em terceiro no ranking dos apps mais baixados do ano, ficando na frente do Instagram e do Facebook, por exemplo. Se você é da geração Z (nascido em meados de 1990 até 2010), você provavelmente já ouviu falar dele. Se não, você pode ter ouvido falar superficialmente ou não deve fazer ideia do que estou falando.

Bom, o TikTok se trata de um app de edição, publicação e compartilhamento de vídeos de apenas 15 ou 60 segundos. O aplicativo permite que os jovens criem conteúdos autorais com facilidade, sendo os que mais fazem sucesso são curtas de dublagens, memes, humor, desafios e passinhos de dança. A estrutura da plataforma permite que os usuários brinquem e criem de forma descomplicada e disponibiliza diversas ferramentas para auxiliar a criação destes vídeos.

A princípio, o TikTok foi a primeira rede social que, de fato, conseguiu atingir crianças do ensino infantil. Isso permitiu que essa faixa etária, que já nasce conectada, desse os primeiros passos para se tornarem influenciadores e criadores de conteúdo. O aplicativo consegue desenvolver as habilidades e a criatividade que essas carreiras da geração moderna demandam.

Porém, como maioria das redes sociais que se popularizam, mesmo impactando um público muito específico inicialmente, a rede social foi se expandido e se tornando mais universal, passando a ser notada por outras faixas etárias. E não só isso, empresas, times esportivos e outras instituições aderiram a moda do TikTok e vêm aproveitando a oportunidade de se conectarem com essa geração mais jovem. Os dados do app mostram que 41% de seus atuais usuários têm entre 16 e 21 anos, mostrando que, se você busca uma forma de se conectar com a nova geração, é para lá que você deve migrar.

Um exemplo do uso da plataforma dentro das empresas é na Nestlé. A empresa já vem sendo reconhecida por utilizar meios inovadores em alguns processos internos na empresa. Abner Bezerra, o Head de Marketing de Bebidas da Nestlé Brasil, propôs um processo de recrutamento interno para a vaga de gerente de Marketing da Nescau usando o TikTok. Incentivando e cobrando a criatividade de seus funcionários, ele pediu para quem concorria pela vaga, elaborar uma curta no app, com uma música que o representasse juntamente com uma breve apresentação pessoal e profissional, além de justificar o porquê de estar concorrendo pela vaga e o que o concorrente pode agregar ao fortalecimento da marca. Fato que mostra a força que o app vem ganhando e as multifunções que ele pode exercer, até dentro de uma empresa.

Além disso, com as proporções que a empresa tomou, alguns “TikTokers” (como são chamadas as celebridades do TikTok), vem tornando o uso do aplicativo e seus conteúdos autorais como uma plataforma para começar uma nova carreira. Uma prova viva disso, é a TikToker Luane Guiné. Na plataforma, @luaneguine, o usuário de Luane, já soma mais de 300 mil seguidores e permitiu que ela participasse, neste ano, do primeiro encontro de TikTokers, na sede do app no Brasil, localizada em São Paulo. “O TikTok tem me ajudado a construir algo que eu nunca imaginei.”, disse a brasiliense de 17 anos. “O app dá muita oportunidade para jovens criativos e talentosos, refletindo em engajamento nas redes e gerando diversas parcerias, principalmente de publicidade.”, completou a jovem. Quando perguntada sobre o futuro do app, ela afirmou: “Só tende a crescer muito mais e expandir para todo o tipo de público. Nós, TikTokers, vamos nos adaptando junto com essa mudança e crescendo junto com o app.”.

O que antes era uma rede social meramente para crianças do ensino infantil e fundamental 1, se tornou um plano de carreira real para os jovens usuários da rede. Então, se você não conhecia ou ainda não conhece o TikTok, eu sugiro que vá atrás. Esse app não é só uma febre, é o futuro.

Fontes:

Gary Veynerchuk

Canal Tech

Meio e Mensagem

A Ekoá Jogos e Gamificação tem como propósito elevar a realidade das empresas colocando as pessoas no centro da experiência.

Criamos experiências que fundem o mundo físico e o digital de forma a promover o engajamento e atingimento de objetivos corporativos.

 

 

 

 

 

 

 

 

2020-08-07T17:17:48-03:00