Resultados demonstram que eventos on-line trazem mais resultados e mais engajamento

Já se cansou de ter resultados medíocres? Estar na média não é um problema, e pode até ser considerado como uma zona de conforto, mas podemos te oferecer mais!

Em virtude do cenário atual, o que mais temos visto é a procura por viabilizar eventos, capacitações e gamificações em meio ao distanciamento social. Neste contexto, a maior dificuldade é aceitar que um evento realizado em um ambiente virtual possa ser eficaz no seu propósito. Há muita desconfiança em como um evento online pode influenciar pessoas a fazerem negócios e adotarem determinados comportamentos.

E é completamente normal ter essa impressão, visto que, o mundo ao nosso redor muda com uma velocidade assustadora. Mas, para te explicar melhor, vamos definir o que é resultado e o que é engajamento:

Entenda que engajamento e resultado tem uma relação peculiar, mas mesmo que pareçam tão próximos, não são a mesma coisa. O engajamento é o que impulsiona o evento a atingir um objetivo determinado, enquanto o resultado é o quão próximo do objetivo se chegou. Tanto o engajamento quanto o resultado são indicados por métricas, principalmente em uma plataforma digital, uma vez que é possível registrar quase tudo. Neste sentido, o engajamento é medido através das interações dos participantes com todas as atividades propostas, conteúdos e ambientes, contribuindo para o resultado de acordo com cada objetivo estabelecido.

Por exemplo: Se uma palestra tem o objetivo de obter 1000 visualizações, o resultado é indicado pela quantidade de visualizações ao final do evento. Já o engajamento é medido desde a sua divulgação até o pós-evento, monitorando redes sociais, ferramentas de chat, feedback e a gamificação, caso exista.

Em uma época não muito distante, as métricas dos eventos presenciais eram estimadas com base nos ingressos emitidos, vendidos e credenciamentos, além do tão famoso/esperado burburinho ao final dos eventos.

Nos eventos digitais, os dados são coletados diretamente da fonte, isto quer dizer que é possível saber por quanto tempo cada participante assistiu cada um dos conteúdos disponíveis, quantas vezes e até mesmo se ele precisou parar a exibição ou voltar, isso tudo só falando em visualização de vídeo.

Enfim, os dados, quando tratados de maneira adequada, além de indicar o resultado do evento ainda servem como insumo, não só, para o planejamento de uma nova edição, mas também para o desenvolvimento de novas atividades.

Se o seu evento é uma live, um congresso ou até mesmo uma palestra, esse formato consegue ser moldado de acordo com a necessidade exigida. Seja engajar com participação do público ou proporcionar a melhor qualidade de absorção de um determinado conteúdo.

Exemplo disso, uma pesquisa divulgada pelo portal “Easy LMS” que esclareceu alguns pontos críticos dos estigmas que o ensino remoto carrega. E um dado muito interessante divulgado por essa pesquisa é o de que:

  • O e-learning (aprendizado à distância) permite que as pessoas aprendam em seu próprio estilo e em sua própria velocidade.

Ou seja, as pessoas têm uma maior acessibilidade a customização e resultado a partir do momento que economizam tempo de locomoção, tem o próprio modo de descanso e produtividade, além de poderem divulgar mais a experiência como um todo.

Se sente mais seguro a cerca desse novo formato? Eventos são feitos para mobilizar aquilo que é bom e devem ser feitos da melhor forma! Saia dos resultados comuns e invista no melhor para o seu negócio!

Produção de Conteúdo:
PROTIVA COMUNICAÇÃO
Texto: Sarah Farias
Revisão e Edição: Flávio Resende
Data: /01/2021

A Ekoá Jogos e Gamificação tem como propósito elevar a realidade das empresas colocando as pessoas no centro da experiência.

Criamos experiências que fundem o mundo físico e o digital de forma a promover o engajamento e atingimento de objetivos corporativos.

 

 

 

 

2021-01-27T12:23:03-03:00