Cinco erros graves em eventos on-line

Há uma premissa popular que defende a ideia de que aprender com os nossos erros é um importante sinal de sabedoria. O primeiro passo, no entanto, é deixar ir a cresça de que errar é algo ruim. Claro que existem penalizações e consequências pelos nossos erros, mas tornar esta experiência apenas algo depreciativo impede que avancemos, enxergando esse ato como um passo para o nosso crescimento e aprendizado.

Um dos valores da Ekoá é de que as pessoas que compõem o ecossistema – sejam elas colaboradores, parceiros ou clientes – tenham sempre a liberdade de aprender, criar, desaprender e adaptar.

A proposta é extrair aprendizado de qualquer experiência pela qual a empresa passe. Durante a nossa jornada com os eventos onlines, tudo era um potencial aprendizado: metodologia ágil, relação com o cliente, organização do evento, tempo de implementação mínima, entre outros.

O que não dava certo, nossa equipe desaprendia e adaptava. Encaramos todos os projetos que fazemos como uma nova oportunidade de aprender, criar, desaprender e adaptar.

Neste contexto, também acreditamos que o maior aprendizado que tivemos na nossa trajetória é ter a coragem para se arriscar e encarar desafios.

Mas de que forma o erro pode ser benéfico? Ele é transformado, pela nossa equipe, em gatilho para melhoria dos nossos processos. Todas as experiências negativas que ocorrem durante um projeto são aproveitadas para aperfeiçoar o nosso método. Assim, nossa equipe reúne-se após cada projeto para entender o que pode melhorar, traçando novos planos de ação. Legal, né?

As cinco falhas mais graves em eventos online

Para lhe ajudar nesta jornada de aprender com os erros, listamos as cinco falhas mais graves em eventos online:

  1. Não focar na experiência e interação do usuário;
  2. Conteúdos não interativos. Em um evento online, o conteúdo deve ser feito de forma com que os participantes não se sintam em uma aula EAD. O conteúdo deve ser apresentado de forma interativa;
  3. Não fazer uma divulgação efetiva para o seu evento. Estamos lidando com um evento online. Portanto, ele deve marcar presença no meio online. O plano de comunicação precisa, necessariamente, contemplar “o antes” do evento, “o durante” e “o depois”;
  4. Não conhecer o seu público. É essencial para o desenvolvimento de uma experiência saber quem é o participante. Assim, teremos caminhos específicos para seguir durante o desenvolvimento;
  5. Não contratar uma equipe capacitada. A empresa que você contrata define o resultado do seu evento online. Para isso, contrate uma equipe que tenha a capacidade de transformar o seu evento em uma experiência online.

Um dos diferenciais da Ekoá é criar um relacionamento com o cliente, durante o processo de desenvolvimento. Mais próximo, ele “entende” os erros e tem a chance de participar da construção de soluções e saídas para contornar os desafios.

No final das contas, a mensagem que fica é a de que estamos todos aprendendo, aprimorando nossas experiências e nos esforçando para entregar o melhor resultado para os nossos clientes.

Produção de Conteúdo:
PROTIVA COMUNICAÇÃO
Texto: Flávio Resende
Revisão e Edição: Flávio Resende
Data: 3/2/2021

A Ekoá Jogos e Gamificação tem como propósito elevar a realidade das empresas colocando as pessoas no centro da experiência.

Criamos experiências que fundem o mundo físico e o digital de forma a promover o engajamento e atingimento de objetivos corporativos.

 

 

 

 

2021-02-11T18:01:55-03:00