Desafie suas crenças sobre eventos presenciais

Uma das crenças mais comuns de quem participa de eventos presenciais é achar que, neste ramo, o calor humano motiva a interação entre os participantes, mesmo não existindo nenhum fato ou dado que comprove a qualidade das interações estabelecidas entre as pessoas neste contexto.

Há quem acredite também que, em um evento presencial, as pessoas tendem a estarem mais focadas – o que corresponde a mais uma “verdade” não comprovada, porém assumida como um fato inegável.

Uma outra considerável parcela da população cresceu aprendendo que eventos online são frios e não agregam valor para vários segmentos. E mais: que eles têm muita probabilidade de falharem devido à dependência da internet.

Outros propagam a ideia de que existe um risco substancial de serem roubados os dados das pessoas a partir de invasão de hackers aos computadores que quem promove eventos digitais.

No fim das contas, a gente aprende que as crenças nos engessam a ver um mar de possibilidades à nossa volta! E que ele (este mar) sempre esteve ali. Bastou abrir o campo de visão para enxergá-los em neon e em letras garrafais.

O fato é que as maiores crenças em relação aos eventos digitais são oriundas da falta de confiança na tecnologia, bem como de questões como conectividade, dispositivos utilizados, fragilidade na segurança de dados, entre outros. Tudo isso aliado ao sentimento de que são frios, impessoais e não agregam valor.

Será? A pandemia veio para mostrar exatamente o contrário: que o mercado digital nos abre portas, sem fechar as já existentes e que as crenças em torno do mercado de eventos são, em sua maioria, antagonistas. Ou seja, partem do pressuposto de que evento presencial tem calor humano enquanto o digital é frio; um cria um ambiente de interação enquanto o outro é impessoal. Balela!

Usando o gatilho da precaução, muita gente acaba deixando de ousar na concepção de um evento, sem explorar as possibilidades mais incríveis e totalmente disponíveis, a um click de distância!

Produção de Conteúdo:
PROTIVA COMUNICAÇÃO
Texto: Flávio Resende
Revisão e Edição: Flávio Resende
Data: 11/2/2021

A Ekoá Jogos e Gamificação tem como propósito elevar a realidade das empresas colocando as pessoas no centro da experiência.

Criamos experiências que fundem o mundo físico e o digital de forma a promover o engajamento e atingimento de objetivos corporativos.

 

 

 

 

2021-02-18T11:06:50-03:00